Se você tem vontade de abrir empresa em Manaus, mas não sabe exatamente por onde começar, este artigo vai ajudar você a entender quais são as etapas essenciais para considerar em todo o processo e porque a capital do Amazonas é uma opção promissora.

Conhecida como o principal centro econômico, financeiro e corporativo da região norte do país, Manaus é a 17ª cidade brasileira em número de startups e vem se destacando no cenário empreendedor pela presença do Polo Industrial de Manaus (PIM). 

Segundo dados levantados pelo Cubo Itaú, em parceria com o Impact Hub Manaus, na pesquisa Brasil Ao Cubo, das 250 startups ativas mapeadas na região norte, 28,6% delas estão concentradas na cidade, que hoje ocupa o 8º lugar na lista de municípios com maior PIB do país.

Além disso, a cidade se diferencia por ter um dos processos de abertura mais rápidos entre os estados brasileiros. Mesmo assim, a burocracia e os trâmites para tirar qualquer negócio do papel são inevitáveis, por isso, fizemos um passo a passo para ajudar você a abrir sua empresa de forma planejada e regularizada.

3 passos para abrir empresa em Manaus

Realizar o sonho da empresa própria exige planejamento e entendimento de tudo o que é necessário para começar. Mais do que ter um CNPJ, o empreendedor precisa arcar com taxas e custos tributários, tirar as licenças de funcionamento estabelecidas pelo município, se preparar com um investimento mínimo, entre outras questões. 

Confira algumas etapas para orientar você nesse processo!

1) Defina a atividade e o tipo de empresa que você quer abrir

Primeiro entenda em qual segmento o seu negócio se encaixa, se é prestação de serviços, indústria ou comércio. Depois, baseado no tamanho do negócio, é preciso escolher em que tipo de empresa ele se enquadra. 

Os principais entre empreendedores que estão começando são:

  • Microempresa
  • Empresa de pequeno porte
  • MEI (Microempreendedor Individual)

Definido o tipo de empresa, você ainda deve escolher entre as opções de organização societária, que representa o regime jurídico para a fiscalização. 

Entre alguns dos modelos estão: Sociedade Limitada (LTDA), Sociedade Simples, Sociedade Anônima, EIRELI, ou então individual, que é o caso do MEI. 

Durante todo esse processo, recomendamos fortemente contar com o auxílio especializado de um contador. Este profissional irá guiar você nesses primeiros passos com maior segurança rumo à regularização.

2) Separe os documentos necessários para o registro

O próximo passo é registrar a empresa na Junta Comercial. Para isso, alguns documentos são exigidos, conforme indica o Simples Nacional:

  • Para os sócios, basta apresentar 1 cópia simples do comprovante de residência de cada um, 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada, e 1 cópia da folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.
  • Para a empresa em si, é preciso apresentar apenas 2 cópias simples do IPTU do imóvel, e 2 cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda.

A aprovação na Junta Comercial costuma levar de 3 a 5 dias úteis após a entrega da documentação. Após esse processo, você terá o número do seu CNPJ. 🙂

3) Faça a Inscrição Municipal na Prefeitura e confira a viabilidade da empresa

Para a emissão de notas fiscais, também é preciso se cadastrar na Prefeitura, fazendo uma Inscrição Municipal. Esse processo leva um tempo um pouco maior do que a Junta Comercial, variando de 35 dias a três meses para a efetivação. 

Se o seu negócio requer algum tipo de licença ou autorização para funcionar, a solicitação do Alvará também deve ser realizada no mesmo local. 

Outra responsabilidade da Prefeitura é responder sobre a viabilidade do endereço do seu negócio, que pode ter alguma restrição dependendo da natureza jurídica da empresa. 

Já ouviu falar em endereço virtual?

Nem sempre ao iniciar um empreendimento é possível arcar com os altos custos de locação comercial e com a burocracia de cadastros e alvarás. Mas existe uma solução dentro da lei e muito atrativa para os novos empreendedores e as novas empreendedoras.

Aqui no Impact Hub Manaus oferecemos o serviço de endereço virtual, ideal para quem está começando a empreender e precisa de apoio no processo de abertura. Além disso, é uma alternativa para quem não pode arcar com um custo alto no início do negócio. 

Na modalidade de endereço virtual (também chamado de endereço fiscal), o Impact Hub toma conta de toda a documentação necessária para a abertura da sua empresa e a retirada do CNPJ, sem que você precise de um espaço físico para o funcionamento das suas operações. 

Dessa forma, o seu endereço comercial e também o gerenciamento de suas correspondências ficarão localizados no melhor escritório e endereço de Manaus. \o/

Ficou interessado(a)? Entre em contato conosco e saiba mais sobre os nossos planos

Aproveite e também leia mais sobre as vantagens de ter um endereço fiscal.